Em matéria do que se chamou "Acordo Ortográfico", sou contra. Absolutamente contra. Nem morto de morte matada ou morrida.



Talvez

Ao ler no blog mãe, lago onde vão confluir todos os outros blogs, dei conta que dois posts seguindo começavam por «talvez». É uma das palavras mais sentidas nas línguas que a tenham, expressão dubitativa e concessiva, típica dos que trocam uma certeza pelo evitar uma discussão. Ou talvez nem seja isso.