Em matéria do que se chamou "Acordo Ortográfico", sou contra. Absolutamente contra. Nem morto de morte matada ou morrida.



A fonética e uma revolução social


A foto vinha no muito interessante suplemento de fim-de-semana do Jornal de Negócios. Os portugueses chamavam-lhe foneticamente os gelados "Esquimó", mas o nome era "Esquimaux". 
O jornal informa que nos anos trinta eram produzidos pela Fábrica de Gelados Sibéria o que tornava óbvia a origem e garantia a refrigeração, atraindo talvez a suspeita da polícia política.
Depois, continua o periódico vieram os inocentes Rajás e os populares Olá's.
Do que li ficou-me a ideia de uma forma fonética de falar kivitaria cus profeçoures déçem tantus errus na proba dabaliação e evitaba sobretoudo o acourdo ortugráfico. I nivlava as classes suciais kaçanão nutavam plumodo de falar. Uma revolução social, em suma.