Em matéria do que se chamou "Acordo Ortográfico", sou contra. Absolutamente contra. Nem morto de morte matada ou morrida.



Problemas de crescimento

Tenho uns alertas no Google para saber o que vai acontecendo nas áreas que me interessam ou naquelas de que não me posso desinteressar. Um dos alertas refere-se ao que vai havendo sobre «advogados». Ora eis a razão pela qual ainda consegui o que se chama uma barrigada de riso. A notícia vinha assim: «Advogados do Minhocão da Rocinha são funcionários do vereador Claudinho da Academia».
Espantosa língua de facto! Advogados... do Minhocão... da Rocinha, lol lol, super lol !
Morto de riso, quase sufocado de tosse, que isto das alergias não dá alegrias, fui ver o que se passava em matéria de Minhocão. A notícia, como toda a boa notícia que se preza, esclarece: « Os advogados que assinaram o pedido de liminar para que fosse impedida a demolição do prédio conhecido como Minhocão, na Rocinha, são servidores públicos comissionados, nomeados no gabinete do vereador Claudinho da Academia (PSDC)».
Pronto! O Minhocão é um prédio. Ah! Ecco! Vendo por aqui, percebe-se o porquê de tal nome.
Só que o riso ainda haveria de voltar, mostrando que não há tristeza que sempre dure. A notícia remata: «Apresentamos este projeto em 2007. Mas até hoje não foi votado. Enquanto isso, a Rocinha foi crescendo. Se não parar de crescer, a Rocinha não vai ter mais jeito - reclama».
Claro: Rocinha não pode crescer mais, depois de tanto ter crescido o Minhocão. Faz sentido. Um bom dia para todos.